Postagens

Falhas em projetos de BI

Imagem
No último post falamos sobre inteligência, sobre as habilidades inerentes ao perfil de analistas e arquitetos de soluções de Business Intelligence... (Aqui)

ATENÇÃO:O conteúdo desse post não é técnico.
Esse será sobre falhas em projetos de BI. Para essa discussão vamos tomar que projetos falhos são aqueles não concluídos  ou que não atenderam as expectativas dos usuários e/ou desenvolvedores.
Todos os erros, ou pelo menos os que conheço, cometidos no desenvolvimento e/ou implantação de sistemas de suporte aos processos de negócio (sistemas de retaguarda ou transacionais, como preferem alguns) se aplicam a projetos de BI. Não pretendo ficar no mais do mesmo, então vamos tentar elencar as anomalias relativas à natureza das soluções de Business Intelligence.

Do operário ao diretor - Casos de Sucesso I

Imagem
Entender os dados que vêm do chão de fábrica e fazer com que eles mudem a percepção e produção das linhas de montagem é a forma como o BI colabora com a indústria.
Desde a Revolução Industrial, homens e máquinas vêm travando batalhas.
Mas a tecnologia veio hastear uma bandeira branca no conflito. Pelo menos na Multibrás, fabricante de eletrodomésticos das marcas Brastemp e Consul. O sistema de business intelligence da MAP Intelligence, implementado a partir do chão de fábrica, aproximou executivos e funcionários diretamente ligados à produção. Uma solução composta por coletores instalados em cada máquina fabril, suportados por inteligência artificial, registra toda a produtividade do equipamento e, conseqüentemente, de seu operador, além de todos os eventuais problemas que venham a acontecer.

O que é Inteligência de Negócios?

Imagem
Essa interrogação foi posta em um grupo no LinkedIn, então fiquei eu, cá, refletindo com meus botões...

O que é Business Intelligence?
O que é Inteligência de Negócios?

Um colega, desse mesmo grupo, havia questionado dias antes desse post, que agora escrevo:
Qual é a diferença de DW para BI? [...]Eu respondi:
No meu entender BI é uma filosofia enquanto DW é um objeto, algo concreto.
O conceito de BI é amplo e abstrato, e infelizmente, algumas pessoas lêem o termo e logo vêem um cubo na frente delas.

Existe BI sem OLAP, sem DW ou DM. Mas não existe BI sem informação. Inteligência de negócios é a habilidade, o feeling intrínseco no processo de maturar outros processos, de novas ações, negócios, oportunidades.

Partindo, é claro, de analises fornecidas por objetos como; Dashboards, Cubos, Relatórios, Mapas.
BI requer atitude, senão a informação por mais rica que seja, é morta e de nada serve.
A primeira interrogação desse texto foi postada em seguida no grupo...
Entendido a ordem cronológ…

BI Agile e Análises avançadas

Eu sempre recebo documentos, estudos, sobre BI remetidos pela TDWI (tem um link para acesso ao site no "Recomendo", para quem gosta de BI vale a pena conferir). Recebi um e-mail porém, com um conteúdo sobre o qual andei refletindo e estudando nos últimos tempos, e vou compartilhar com vocês a versão traduzida. Só me perdoem por não ter achado um link para o material, mas os créditos serão dados a quem merece.

Philip Russom, gerente Sênior de pesquida da TDWI divide muito inteligentemente o novo ambiente de desenvolvimento de analises que levam em consideração pequenas janelas de tempo.
Segue abaixo texto na integra:

Como ficar rico? Resolva problemas!

Em uma discussão sobre trabalho e tecnologia, na mesa de um buteco por ae, pude confirmar algumas opiniões sobre os desenvolvedores de soluções de hoje em dia..

Antes de mais nada, vamos deixar algo bem esclarecido: Qualquer observação aqui, não deve ser tomada como universal. São apenas opiniões pessoais e usando uma passagem, que gosto muito, de Leonardo Boff, justifico:
Cada um lê com os olhos que tem. E interpreta a partir de onde os pés pisam. Todo ponto de vista é a vista de um ponto.
Enfim.. era Assembler, depois Fortran (esse só conheço de nome), COBOL, C, Basic, tio Bill então deu a grande virada no mundo da computação... saindo do mundo a caractere para interface gráfica... (Podem criticar o Windows o quanto quiser, mas que ele foi importante, ah isso foi.. Certamente a esmagadora comunidade nerd, antisocial e extremista conheceu o Linux usando um Windows e o IE ).

Como a computação veio para resolver problemas que até então não existiam e dinheiro se ganha resolvendo problema…

Google Insights - Comparando Pentaho, Cognos, Hyperion e BO

Imagem
Navegando pelo mundo da informação eis que me deparo com uma incrível ferramenta criada e mantida pela Google: O Google Insight (http://www.google.com/insights/search/#).


Me encantei pela solução. Ela basicamente mede o quanto se "fala" sobre determinado termo na web, além de apresentar o indicador de interesse em níveis de países, sub-regiões e em uma visão cronológica. É possível medir o interesse por determinado assunto com o passar dos anos, tanto no gráfico de linha quando em uma animação exibida no mapa (esse último não funcionou tão bem, mas a idéia é legal)...

E eu muito apaixonada por BI, o que logo fiz?

- O quanto se "fala" sobre o Pentaho?
- Onde se "fala"?
- Em que período houve maior interesse?
- Quais os termos mais associados?

- Pimba! Show de bola!
Mas não satisfeita, quis comparar Pentaho com as outras grandes soluções, os manda-chuva, até então...
Pentaho, Cognos, Hyperion e Business Objects agora são colocados lado a lado e tem o grau de…

Grandes volumes de dados não devem significar altos custos

Imagem
O volume de dados está explodindo com taxas que nossa indústria nunca viu antes, e a grande oportunidade para alavancar esses processos são impedidos pelas práticas de licenciamento arcaico ainda em uso pelas empresas de software da velha escola.

Atualmente, os grandes como Oracle, IBM, SAP e Teradata, têm uma solução muito simples para ambientes com grande volume de informações - basta continuar cobrando mais dinheiro, muito mais dinheiro.

Os únicos "vencedores" neste cenário são os representantes de vendas de software. Nossa indústria (Tech) é artificialmente retardada, apoiam os modelos de negócio da velha escola - não podem se dar ao luxo de inovar no licenciamento, certamente não querem matar a galinha dos ovos de ouro - a taxa de licença perpétua.

Organizações como a Mozilla, Facebook, Amazon, Yahoo, RealNetworks e muitos outros estão a recolher imensa quantidade de dados estruturados e não estruturados. O gerenciamento desse novo ambiente deve ser capaz de conhecer e…